ATO PEDE SOLUÇÃO PARA CRISE DA SAÚDE EM GUARULHOS

Metrópole com cerca de 1,4 milhão de habitantes, a cidade de Guarulhos têm enfrentado graves problemas relacionados à Saúde Pública. Diante da possível interrupção de atendimento no Hospital Municipal de Urgências HMU, além de outras dificuldades, o Conselho Municipal de Saúde organizou nesta terça-feira, 31, um protesto para reivindicar solução para a crise.

Sensível às dificuldades enfrentadas pela população que faz uso da Saúde Pública, entre eles milhares de Trabalhadores e Trabalhadores da nossa categoria, o Sindicato dos Gráficos de Guarulhos e Região se uniu ao ato que reuniu cerca de mil pessoas.

Juntamente com outros Sindicatos, sociedade civil organizada, religiosos de diversas igrejas e população, os Gráficos se concentram na Praça Getúlio Vargas e caminharam até a secretaria de Finanças onde pressionaram a Prefeitura a atuar com mais empenho para pagar as dívidas e evitar que equipamentos vitais à população sejam fechados.

Intitulado ‘A Saúde de Guarulhos Pede Socorro’, o protesto é uma reação legítima da sociedade por mais qualidade no atendimento público de Saúde.

1 2 3

Leia também...