CONTRIBUIÇÃO SINDICAL: UMA BREVE REFLEXÃO

A decisão do Supremo Tribunal Federal STF confirma que segue em curso uma associação para arrebentar a estrutura sindical e por consequência fragilizar os Trabalhadores. Na sexta-feira, 29, a mesma suprema corte que deixa fora da cadeia um sujeito flagrado levando uma mala com R$ 500 mil reais de propina pois fim a contribuição sindical. Esse mesmo STF também deixou livre o Senador Aécio Neves, flagrado negociando 2,5 milhões de reais com a JBS.

O Trabalhador precisa ter claro que essa associação teve início com os patinhos invadindo a Avenida a Paulista, Camuflados com o discurso de Fora Dilma, o que queriam mesmo era ver Temer no poder e com ele aprovar medidas que enfraquem os Trabalhadores e aumentam o lucro dos patrões, sobretudo o das grandes indústrias.

Apesar de serem os Trabalhadores as principais vítimas, uma parte considerável da nossa classe demonstra não compreender o significado de tudo o que está acontecendo no Brasil, nesta era Temer. Equivocadamente acham que estão se livrando de um enorme peso ao deixarem de pagar o valor anual a título de imposto sindical. Considerando um salário médio de $ 3.000,00, estamos falando de uma contribuição anual de $ 100,00, ou seja, pouco mais de $ 8,00 por mês.

Nesse momento um parte dos Trabalhadores não estão fazendo conta, nem tampouco avaliando que próximo passo desse sistema será a desregulamentação total dos direitos previstos em convenção ou acordo coletivo. Primeiro estão procurando destruir financeiramente a estrutura sindical profissional. O próximo passo será a apresentação das pautas patronais eliminando cláusulas que garantem avanços, em seguida a tentativa será de por fim a CLT.

FÉRIAS, 13 SALÁRIO, HORA EXTRA, REGISTRO EM CARTEIRA, APOSENTADORIA, SEGURO DESEMPREGO, 40% DE MULTA NO FGTS. Essas e outras conquistas garantidas pelos SINDICATOS que lutaram e representaram os Trabalhadores estão correndo risco de serem em breve eliminadas.

Neste momento uma parcela de Trabalhadores até celebra o fato de deixar de contribuir com seus sindicatos um valor simbólico médio de R$ 8,00 (oito reais). Mas este é um erro estratégico, que pode custar muito caro.

O Sindicato dos Gráficos de Guarulhos e Região lamenta, mas segue em frente, procurando defender e conscientizar os Trabalhadores da categoria.

Uma boa semana a todos.

36539682_1438292882938222_5956872056162222080_n

Leia também...