O trabalho é o melhor remédio contra a crise

25-anos-graficos-guarulhos

Em meio ao clima negativo que insiste em permanecer na rotina dos brasileiros, o Sindicato dos Trabalhadores Gráficos de Guarulhos e Região segue trabalhando, afinal ficar apenas lamentando não irá melhorar a situação.

Nossa Campanha de Sindicalização, realizada desde o início do ano, tem colaborado para que os Trabalhadores compreendam a importância de estarem sindicalizados. Além dos diversos benefícios, a categoria se fortalece na luta por melhores salários e condições de trabalho. Como parte dessa movimentação para fortalecer a categoria, entregamos uma motocicleta 0km sorteada pela Loteria Federal entre os Trabalhadores Gráficos.

No mês de maio completamos 25 anos de fundação do Sindicato. Para celebrar a data realizamos uma Sessão Solene na Câmara Municipal. Agradecemos a presença dos Trabalhadores, sindicalistas de outras categorias e lideranças políticas que estiveram na atividade. A participação de todos vocês demonstra o prestígio dos Gráficos.

Ainda em maio tivemos representante entre os 19 Trabalhadores homenageados com o troféu ‘Operário do Ano’, en-tregue pela Câmara Municipal ao nosso companheiro Paulo Henrique, funcionário da Kawagraf há 9 anos e recentemente incorporado a Direção Executiva do Sindicato.

Reconhecemos a gravidade da crise política e econômica que já complica a vida de muitas famílias. Mas acreditamos que o melhor caminho para enfrentá-la é nos mobilizarmos, por isso no mês de junho estivemos por duas vezes em Brasília para apresentar nosso repúdio ao projeto da terceirização.

Fomos recebidos por senadores que se comprometeram a atuar na defesa dos Gráficos. Aprovado pela maioria dos deputados federais, a terceirização precisa agora passar no Senado. Estamos dialogando e pressionando os senadores a vetar esse projeto que precariza os direitos dos Trabalhadores.

Vamos seguir atentos e com atuação constante. O mesmo devem fazer todos os Trabalhadores Gráficos e a sociedade. Com deputados conservadores e a crise política que vivemos, corremos o risco de sofrer sérios retrocessos nos direitos trabalhistas e demais avanços conquistados nos últimos anos.

Francisco Wirton (Chiquinho) presidente

Leia também...